Quem pode tirar a sua paz?

Você já percebeu com quantas “oportunidades” diárias nos deparamos ao longo de um dia inteiro que podem tirar a nossa paz de espirito? Desde a hora que acordamos até o momento em que nos deitamos em nossas confortáveis camas para dormir, enfrentamos diversas situações que podem nos abalar emocionalmente, e mesmo que nunca tenhamos parado para pensar sobre o assunto, cada vez que discutimos com alguém, ficamos irritados, estressados ou mal-humorados, absolutamente nada de bom acontece a seguir.

Cientificamente é comprovado que emoções ruins, estressantes degradam a nossa saúde das mais diversas formas provocando inúmeros sintomas em diferentes níveis.  Alguns dos sintomas conhecidos resultantes da perda da nossa paz interior são: – Dores de cabeça – Indigestão – Dores musculares – Insônia – Indigestão – Taquicardia – Alergias – Insônia – Queda de cabelo – Mudança de apetite – Gastrite – Dermatoses – Esgotamento físico Psicológicos – Apatia – Memória fraca – Tiques nervosos – Isolamento e introspecção – Sentimentos de perseguição – Desmotivação – Autoritarismo – Irritabilidade – Emotividade acentuada – Ansiedade.

Quando discutimos com alguém, perdemos a nossa saúde, perdemos o nosso tempo, muitas vezes perdemos a razão e estamos deixando alguém insignificante entrar em nossas cabeças e bagunçar o nosso estado emocional, levando-nos a sofrer as severas consequências físicas e emocionais. Simplesmente concedemos o poder de tirar a nossa paz interior.

Supondo que você está dirigindo, e alguém no transito te chama de “filho da puta”. O que você faz? A maioria das pessoas revida essa insinuação com um outro xingamento, na mesma proporção ou então ainda mais áspero em uma tentativa de impor respeito. Observem que no momento em que revidou o xingamento você já começou a ser atingido, você já está perdendo a sua paz.

A primeira coisa que você deveria fazer nessa situação, quando alguém infere um xingamento, “filho da puta”, por exemplo, seria analisar os fatos.  No meu caso, nunca teve um fluxo grande de pessoas desconhecidas em minha casa, tão pouco minha mãe possuía uma boa renda, e suas vestimentas sempre condiziam com a sua idade, logo deduzo que ela não era uma garota de programa, então esse xingamento é mentira, e se é mentira não devo me importar.

Caso esse xingamento fosse verdade, por que eu deveria revidar contra a pessoa, se ela está constatando uma verdade? Se eu não gosto do termo, eu teria um problema com a minha mão e não com esse cidadão que está falando a verdade.

Veja que a sua paz, sua saúde e felicidade está em suas mãos, e muitas vezes você dá o poder para qualquer pessoa tirar de você. Analise todas as suas discussões, suas brigas, seus conflitos e tente encontrar algo bom que aconteceu posteriormente, você não irá encontrar. É como se as pessoas tivessem uma necessidade estupida de satisfazer o próprio ego e por isso entram em conflitos inúteis que não tem nenhum outro propósito a não ser humilhar a outra pessoa, satisfazer o próprio ego e ambas acabarem emocionalmente feridas.

 

 

 

No votes yet.
Please wait...